Cura Dente
 
 
 

As implicações, naturalmente, são de atordoar. O pensamento em si sugere que a ADA, no seu mais alto nível, esconde do público, com conhecimento de causa, fatos que desacreditariam o uso das restaurações com amálgama.

Os jornais revisados por pares aos quais o Dr. Vimy se refere em sua réplica perfeita incluem periódicos oficiais confiáveis e bem respeitados como: o Journal of the American Dental Association (JADA), o Journal of Prosthetic Dentistry (J Prosth Dent), o Journal of the Canadian Dental Association (JCDA), o Journal of Prosthetic Dentistry (J. Prosth. Dentistry), o Journal of Periodontal Research (J. Perio. Res) e o Journal of Oral Rehabilitation (J Oral Rehab).

Eis aqui o Dr. Vimy em suas próprias palavras (traduzido com ênfase e notas explanatórias por © CuraDente.com):

  • Fato Crítico #1:
    Em 1957, Zander (JADA, 55:11-15) relatou "materiais usado na odontologia restauradora podem estar contribuindo para doença gengival.”
  • Fato Crítico #2:
    Em 1961, App (J Prosth Dent 11:522-532) sugeriu que havia mais inflamação crônica ao redor da amálgama que em áreas sem amálgama.
  • Fato Crítico #3:
    Em 1964, Trott e Sherkat (JCDA, 30:766-770) demonstraram que a presence de amálgama se correlaciona com doença gengival. Tal doença não estava presente em locais contralaterais sem amálgama.
  • Fato Crítico #4:
    Em 1969, Sanches Sotres et al (J. Periodo. l40: 543-546) confirmaram as descobertas de Trott e Sherkat.
  • Fato Crítico #5:
    Em 1972, Turgeon et al. (JCDA 37:255-256) relataram a presença de eritema muito significativo2 ao redor de restaurações com amálgama, que não estava presente em sítios-controle sem amálgamas..
  • Fato Crítico #6:
    Em 1973, Trivedi e Talim (J. Prosth. Dentistry, 29:73-81) demonstraram que 62.5% de sítios com amálgama têm reação inflamatória tecidual periodôntica.
    Assim, já em 1973, foi demonstrado que a presença de amálgama dentária com mercúrio resulta em inflamação crônica e sangramento no tecido gengival a ela adjacente; em outras palavras, amálgama in situ5 produziu gengivite crônica.
  • Fato Crítico #7:
    Em 1974, Freden et al. (Odontol. Revy, 25: 207-210) demonstraram que o material de biópsia de sítios não adjacentes a amálgama tinham de 1-10 µg de mercúrio/grama de tecido (media=3); enquanto que a biópsia gengival em sítios próximos a amálgamas continham de 19-380 µg de mercúrio/grama de tecido (média=147).
  • Fato Crítico #8:
    Em 1976, Goldschmidt et al (J. Perio. Res., 11:108-115) demonstraram que os produtos da corrosão da amálgama eram citotóxicos3 tpara as células gengivais em concentrações de 10-6; ou seja microgramas/grama de tecido.
  • Fato Crítico #9:
    Em 1984, o ano da Workshop da NIDR/ADA, Fisher et al (J Oral Rehab, 11:399-405) relataram que a perda de osso alveolar4 nos sítios com amálgama era muito forte e estatisticamente significativa, se comparada a sítios-controle sem amálgama! Em outras palavras, a amálgama in situ5 amalgam produces chronic periodontitis.
  • Da conclusão do Dr. Vimy: "Isso sugere que a colocação de obturações com mercúrio leva a uma doença induzida pelo dentista, a periodontite, que o mesmo dentista, então, trata.”

Glossário e notas de pé-de-página por CuraDente

1 contralateral: que ocorre ou se origina numa parte correspondente, no lado oposto. No outro lado.

2 eritema: vermelhidão na pele resultante de inflamação / devida à congestão capilar

3 citotóxico: tóxico para as células, que mata células

4 alveolar: relacionado à seção da mandíbula e do maxilar onde se encontram os encaixes dos dentes

5 in situ: no seu lugar original

Sobre remédios naturais para a gengiva compare, por exemplo, essa extensa lista de remédios para a gengiva à base de ervas, os dramáticos testemunhos de cura de periodontite como Escovação com sabão em barra cura rapidamente doença grava da gengiva (periodontal) de 20 anos consecutivos (com perda de dentes), pacotes para gengivas à base de ervas como também um testemunho pessoal: gengiva inchada devida a um molar apodrecido e (provavelmente) envenenamento por fluoreto.

Artigos relacionados

 
Copyright © 2020 CuraDente.com. Todos os Direitos Reservados.