Cura Dente
 
 
 

Suicídio, tendências suicidas e tratamento de canal

Em 2003, um dentista francês foi retirado de suas funções pelo Conseil de l’Ordre (organização nacional de odontólogos da França) após indicar que poderá haver um elo entre tendências suicidas e dentes que sofreram tratamento de canal. O dentista observou que seus pacientes suicidas não mais sentiam vontade de por termo às suas vidas, após seus dentes mortos serem extraídos. Consequentemente ele relatou a ligação entre suicídio e tratamentos de canal que observou, ao psiquiatra responsável pela região e, como resultado, teve sua permissão de prática odontológica retirada por três anos. Em sua argumentação de defesa, sua advogada Corinne Lepage falou de um sério problema de saúde relacionado à questão dos dentes submetidos a tratamento de canal e de uma caça à bruxa encenada contra o dentista. (A argumentação de defesa pode ser lida em francês no endereço: http://michel.raynaud.pagesperso-orange.fr/mem_clpg.htm e http://pagesperso-orange.fr/michel.raynaud/mem_clpg.htm).

A reação do conselho de dentistas franceses pode ser típica de um grupo de interesse que vê sua renda e reputação ameaçadas. Também compare com o caso do dentista Dr. Larry J. Hanus que teve sua licença confiscada durante 13 anos por ousar dizer aos seus pacientes que as obturações com amalgama continha mercúrio tóxico (mencionado em  As desvantagens da odontologia convencional).

Artigos relacionados

 
Copyright © 2020 CuraDente.com. Todos os Direitos Reservados.