Cura Dente
 
 
 

Dito isso, há vários estudos científicos que apóiam um elo entre geração de cáries, emoções e stress, e os resultados algumas vezes extraordinários que a EFT [Técnica de Libertação Emocional] tem obtido com questões (até graves) dentárias indicam haver uma conexão distinta (E pode até ser que uma das razões de que uma pequena parcela da população ocidental parecer imune a cáries encontrar-se no campo das emoções.)

Parece que dentre os fatores na cadeia de elos causadores entre stress e cáries são os efeitos degradantes que as emoções negativas (podem) ter tanto no sistema imunológico (que significa menos defesa contra bactérias que colonizam dentes e gengivas) e o pH da saliva (quanto mais ácida a saliva, tanto mais cáries1). Também a boca seca que se tem sob stress extremo, quaisquer medicamentos tomados para aliviar o stress [como também outros medicamentos] que produzem diminuição na produção de saliva3 e naturalmente os doces e “confortáveis alimentos”* que muitos fazem uso em ocasião de stress (exemplo clássico: barras de chocolate).

* “alimentos confortáveis” são aqueles que consolam você quando você se sente mal

(Ver também Porque deve haver mais determinantes para a saúde dental que dieta e bactéria.)

Estudos científicos relacionando o possível elo entre emoções e saúde dental

  • Borysenko M, Turesky S, Borysenko JZ, Quimby F, Benson H.: Stress and dental caries in the rat. J Behav Med. 1980 Sep;3(3):233-43.2
  • Honkala E, Maidi D, Kolmakow S.: Dental caries and stress among South African political refugees. Quintessence Int. 1992 Aug; 23(8):579-83.
  • Comparison of Caries Incidence in Exercised and Immobilized Rats. Ralph R. Steinman, Morris Brussett, and Peter Tartaryn, College of Medical Evangelists, School of Dentistry, Loma Linda, California, USA, 19602 (available at http://jdr.sagepub.com/content/40/1/218.full.pdf). Dr. Steinman's study showed a significant increase in the incidence of tooth decay in the stressed rats (who otherwise received the same diet etc. as the non-stressed ones).
  • Iwata S, Ohashi T, Ishitzu E, Hirose A, Isozaki A, Kani T.: The relationship between dental caries of deciduous teeth and anxiety of mothers associated with child-care. Nippon Koshu Eisei Zasshi. 2003 Dec; 50(12):1144-52.
  • Nicholau B, Marcenes W, Bartley M, Sheiham A.: A life course approach to assessing causes of dental caries experience: the relationship between biological, behavioural, socio-economic and psychological conditions and caries in adolescents. Caries Res. 2003 Sept-Oct; 37(5):319-26.
  • Ozaki M, Ishii K, Kubovama H, Ozaki Y, Motokawa W.: An epidemiological study on dental caries of children in the town of Fuji. 3. Correlation between dental caries and personality characteristics. Shoni Shikagaku Zasshi. 1991; 29(1):62-71.
  • Shimura N, Nakamura C, Hirawama Y, Yonemitsu M.: Anxiety and dental caries. Community Dent Oral Epidemiol. 1983 Aug;11(4):224-7
  • Tang C, Ouinonez RB, Hallett K, Lee JY, Whitt JK.: Examining the association between parenting stress and the development of early childhood caries. Community Dent Oral Epidemiol. 2005 dec; 33(6):454-60.
  • Tumshevits ON, Leont’ev VK, Boginskaia LM.: The prophylactic aspects of dental caries in the antenatal period. Stomatologia (Mosk). 1990 Jul-Aug;(4):73-5.
  • Wendt LK, Svedin CG, Hallonsten AL, Larsson IB.: Infants and toddlers with caries. Mental health, family interaction, and life events in infants and toddlers with caries. Swed Dent J. 1995; 19(1-2):17-27.

Estudos científicos mostram que nosso DNA (e, consequentemente, sistema imunológico, etc ) é diretamente influenciado por nossos sentimentos

Alguns experimentos revolucionários e grande impacto foram realizados pelo Instituto da Matemática do Coração, na Califórnia. Esses estudos muito valiosos mostraram que nossas emoções afetam nosso DNA e que a natureza do efeito depende da natureza da emoção sentida (o estudo pertinente foi publicado sob o título proibitivo "Local and Non-Local Effects of Coherent Heart Frequencies on Conformational Changes of DNA" ["Efeitos Locais e Não-locais de Frequências Cardíacas Coerentes sobre Mudanças na Conformação de DNA"]).

Em resumo, esses estudos descobriram os seguintes fatores principais sobre saúde:

O DNA muda de forma de acordo com o sentimento que sentimos.

Quando sentimos gratidão, amor, compaixão, apreço, o DNA responde relaxando e desenrolando suas faixas, com seu comprimento se alongando e nosso sistema imunológico sendo fortalecido.

Quando sentimos ódio, inveja, medo, frustração, stress, etc nosso DNA responde contraindo-se/tornando-se mais curto/apertando-se, com nossa reação imune sendo depauperada e muitos códigos de DNA sendo desligados.

Ambos efeitos são reversíveis se mudarmos para um estado de sentimento diferente (oposto), como acima.

Como essas descobertas se relacionam com a saúde de nossos dentes? Pois bem (talvez surpreendente para alguns), nossos dentes contêm DNA (em verdade, DNA de material dentário é usado em medicina legal, pesquisa de múmias milenárias, em investigações criminais, etc.). Assim, embora não tenha, agora, dados que corroborem que o dental DNA dentário reage identicamente ao exposto acima, há uma possibilidade que sim e as consequências boas ou ruins seriam óbvias.

De qualquer forma, é extraordinário que possuímos,como descrevem os Dr. Bruce Lipton, Dr. Dawson Church e Dr. Gregg Braden, o poder de mudar a maneira como nosso DNA trabalha por meio de nossas emoções (e pensamentos). E não creio que possa doer (na verdade o oposto), cultivar sentimentos de gratidão, apreço, alegria e amor, já que Gratitude Helps Heal [A Gratidão ajuda a Cura].

Mais evidência científica para o elo entre stress e cáries

Veja o importante Meditação para redução de stress beneficia dentes e gengivas ao ativar mudanças salivares favoráveis aos dentes.

Sobre o elo entre certas emoções negativas/stress e problemas com dentes e gengivas

Compare em inglês On psychological issues creating gum disease [Sobre questões psicológicas a criar gengivite]. Também compare Thoughts, feelings & toothache [Sobre o efeito de pensamentos & emoções sobre dor de dente] e Bruxism.

Notas de pé de página

1 Veja Remineralização & desmineralização dentárias (uma das páginas mais importantes de CuraDente).

2 Favor observar que CuraDente.com não apóia experimentação em animais. Many reasons for this are discussed for instance at Animal Experimentation Unscientific, On Differences Between Species, Better Science: Benefits of Using Non-Animal Tests The Harms to Humans from Animal Experimentation and Better Science: Limitations of Animal Tests.

Para detalhes da pesquisa do Dr. Steinman em animais sobre a etiologia da cárie dentária, cujos resultados parecem se aplicar plenamente em seres humanos, ver Transporte do fluido dentinal - teoria revolucionária sobre resistência natural à cárie e cariogênese: pesquisa dos Drs. Steinman & Leonora pressupõe a resistência do hospedeiro como mais importante que as bactérias como causa primordial de deterioração dentária.

3 Mais em Boca seca [xerostomia]: sobre as causas, remédios & tratamentos da inadequada produção natural de saliva.

A "psicologia dos dentes": mais sobre influências emocionais e mentais na cura de dentes e gengivas

 
Copyright © 2020 CuraDente.com. Todos os Direitos Reservados.