Cura Dente
 

Pasta dental: alternativas para a escovação dentária 

Não use pasta dental2, nem mesmo aquelas vendidas em lojas de produtos naturais. Para limpar os dentes, usa água comum, água salgada (salmoura) ou bicarbonato de sódio5 quimicamente puro. Ou escove os dentes com peróxido de hidrogênio (água oxigenada).

Se você tiver quaisquer obturações metálicas, use apenas água ou bicarbonato de sódio puro. Ponha uma pitada (1/4 de uma colher de chá) num copo, adicione água para dissolvê-lo.

Se você tem apenas obturações de resina, use peróxido de hidrogênio de qualidade alimentar. Dilua-o de 35% para 17½% por meio da adição de água (partes iguais). Guarde peróxido de hidrogênio somente em garrafa de polietileno ou na garrafa plástica original. Use de 4 a 5 gotas em sua escova de dentes. Ele deverá se efervescer bem, já que oxigênio é produzido em sua boca. Seus dentes irão embranquescer bastante em 6 meses. (Mas veja Extração a óleo para saúde (dental) e Advertência: escovar os dentes com peróxido de hidrogênio.)

Escova de dentes

Jogue fora sua escova dental velha e compre uma nova. A sua escova velha está embebida com toxinas provenientes de sua antiga pasta dental e solventes não são lavados.

Uso do fio dental

Não use o fio dental convencional; ele contém antissépticos mercuriais (com poluição de tálio!). Antes de escovar os dentes, limpe-os com fio dental caseiro - linha de pesca em monofilamento [nylon] para 4 ou 2 libras. Duplique-a e torça-a para obter resistência extra. Lave-a antes do uso.

Conselho genérico sobre o uso do fio dental e a escovação

Use o fio dental e escove os dentes apenas uma vez ao dia. Se esse procedimento lhe provoca desconforto, escove as vezes suplementares com apenas água comum e uma segunda escova dental (“apenas água”).

Assegure-se de que nada de sólido, como pó, esteja em sua escova dental; isso irá esfregar o esmalte e provocar-lhe dentes sensíveis, principalmente quando você envelhece e o esmalte amolece. O sal é corrosivo - não o utilize para escovar dentes com metais. A água comum é igualmente suficiente.

Enxaguatório bucal: salmoura, peróxido de hidrogênio ou bicarbonato de sódio puro

Não use desinfetante bucal. Use água salgada [preparada com sal isento de alumínio] ou peróxido de hidrogênio. Poucas gotas de peróxido de hidrogênio adicionadas a um pouco d'água num copo devem ser suficientes para fazer sua boca espumar e limpar. Não use peróxido de hidrogênio, no entanto, se tiver obturações metálicas, porque eles reagem. Não use o peróxido de hidrogênio comum vendido em farmácias porque ele tem aditivos tóxicos. As variedades vendidas em lojas de produtos naturais contêm solventes oriundos do processo de engarrafamento. Nunca compre peróxido de hidrogênio numa garrafa que tenha uma tampa metálica.

Para pessoas com obturações metálicas, use bicarbonato de sódio5 puro ou apenas água comum aquecida. 

De um modo geral: Uma boca sadia não tem cheiro! Você não deveria ter necessidade de desinfetante bucal! Se você tem mau hálito, procure por uma infecção dentária ou cavitação ocultas.

Adendo por CuraDente:

Se você não possui dentes fortes, deverá ser cauteloso com o uso de peróxido de hidrogênio e preferir, ao invés dele, substâncias menos agressivas como desinfetantes bucais à base de ervas [link em inglês]. Uma visitante do sítio em disse que ela e o seu namorado usaram uma solução de peróxido de hidrogênio a aproximadamente 3% durante algum tempo e ambos tiveram dano ao esmalte dentário.6

Dentaduras

As dentaduras devem se adequar perfeitamente de sorte que a boca não apresente ulcerações. O uso de um creme para fixar a dentadura não é um bom substituto de um ajuste correto e é tóxico. Os plásticos usados em dentaduras são frequentemente tóxicos, até mesmo contendo mercúrio em sua composição! O cádmio é usado para dar a cor rósea às dentaduras! O cádmio é cinco vezes mais tóxico que o chumbo, e está fortemente relacionado à pressão sanguínea alta. As toxinas no plástico podem vazar! Tais toxinas enfraquecem a imunidade da boca, da garganta e do estômago, já que tudo flui abaixo para o estômago. A baixa imunidade na boca permite que ocorram infecções de garganta crônicas. Se o seu querido idoso tem uma boca ou garganta avermelhada, ao invés de rósea, uma infecção ocorre, mesmo que não haja tosses ou queixas.

De nada servirá ficar matando3 bactérias, quando a reinfecção é tão fácil. Primeiramente elimine as bactérias nas dentaduras mergulhando-as em álcool de cereais a 70%. Então teste as dentaduras quanto a toxinas. Mergulhe a dentadura na água durante várias horas. Lave-a e mergulhe-a de novo em água fresca. Repita uma terceira vez para se assegurar de que alguma toxina encontrada veio da dentadura, e não da saliva. Guarde essa água para teste. Pesquise metais pesados na água onde esteve embebida a dentadura. Se encontrar algum, saberá que a dentadura é tóxica! Consiga uma nova, fabricada com metacrilato incolor (veja Limpeza Dental).

Embebimento de dentadura

O embebimento da dentadura deverá matar bactérias toda noite. O plástico possui pequeninos poros onde as bactérias podem se esconder. Os desinfetantes comerciais para dentadura são muito mais tóxicos que o álcool de grãos; não os use.

Opção 1: Use água salgada. Ela mata todos os germes e é barata. A água salgada, juntamente com álcool de grãos ou peróxido de hidrogênio, permite elaborar um bom embebimento para dentaduras. (Veja salmoura para dor de dente e Alternativas à Pasta Dental: Sal (marinho integral).)

Opção 2: Use álcool de grãos a 70% que você faz sozinho ou vodka comum, que é constituída de 50% de álcool. Já que o álcool evapora e é caro, use uma garrafa de gargalo largo com tampa não metálica, para tudo isso. Pesque-as com sua escova dental, de sorte que ela também será esterilizada. Leva apenas minutos para matar tudo.4

 Notas de pé de página

1 a despeito do seu título um pouco exagerado

2 A pasta dental, além do poluente benzeno também contém estanho, fluoreto e estrôncio. Veja Creme dental: perigoso para a saúde do corpo e dos dentes?.

3 O "zapping" (eliminação) é uma abordagem terapêutica FVM (faça-você-mesmo) recomendada pela Dra. Clark. Trata-se de eletrocutar seletivamente elementos patógenos mediante o uso de um gerador de frequência ("zapper") comercial ou construído em casa.

4 Outra excelente opção é usar o xilitol como embebimento de dentadura. Veja O açúcar xilitol: mais usos para a higiene dental e outras finalidades.

5 Detalhes sobre os poderosos benefícios odontológicos de bicarbonato de sódio em Bicarbonato de sódio ajuda dentes e gengivas.

6 Veja Advertência: escovar os dentes com peróxido de hidrogênio.

Mais sobre cuidados dentários & higiene oral naturais e não-tóxicas

 
Copyright © 2021 CuraDente.com. Todos os Direitos Reservados.